Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009

Cauda longa, o novo euromilhões

Um dos efeitos da internet que mais apaixonou os pensadores do futuro foi a extensão infinita da cauda longa. De facto, a internet baixou tanto as barreiras à entrada que, de um momento para o outro, qualquer escritor, músico, artista plástico passou a ter acesso instantâneo aos canais de distribuição mais globais e mais poderosos.

 

Imediatamente todos aqueles que tinham alguma ambição de relevância tiraram partido da nova facilidade e a cauda dos produtores de conteúdos esticou-se até ao infinito. Dessa tanta produção emergiram os novos sucessos globais e por um momento parecia que o caminho para a glorificação pelo mercado passaria por ser em primeiro lugar um entre milhões de produtores a competir por atenção num gigantesco mercado aberto regulado apenas pelo mérito.

 

Alguns meses passados emerge um padrão. A probabilidade de passar de mais um produtor anónimo entre milhões até ao lucrativo estrelato mundial é aparentemente semelhante à de ganhar o euromilhões. O mérito relativo também parece ser idêntico, estando subjugado à sorte. Semelhante até na capacidade de destruir o lucro com excentricidades.

 

Os fluxos financeiros da cauda longa e do euromilhões parecem idênticos. Milhões de indivíduos contribuem com muito pouco de si para que um deles ganhe um prémio absolutamente desproporcional e único. A prazo, quem lucra de forma sustentada são os organizadores do jogo, as empresas que vendem serviços aos protagonistas da cauda longa.

 

Um cenário que parece cada vez mais inevitável. Algumas actividades que antes se chamavam de profissões, serão transformadas em simples hobbies. As estrelas destes hobbies vão acumular fortunas inqualificáveis, obtidas da reunião dos milhões de contribuições individuais pagas por cada um doos hobbistas. Assim, a cauda longa vai tornar o desporto, o jornalismo, o entretenimento e a arte em actividades muito semelhantes ao euromilhões. 

publicado por Consumering às 22:29
link do post | comentar | favorito

Sobre a Consumering

Reclamações e Sugestões
h.a@consumering.pt

Consumering
Para transformar os seus produtos em marcas preferidas pelo consumidor, conheça a Consumering.

Twitter

Bibliografia


...a (R)EVOLUÇÃO está prestes a começar.

...vai saber como fazer da sua marca a favorita dos consumidores.


...País pacato e acolhedor. Excelente oportunidade para a gestão eficaz da marca Portugal.

Actualizações

Introduza o seu e-mail:

Um serviço FeedBurner

Facebook

Consumering

Posts recentes

It's all about the money

O que ninguém avisou.

24-3-2024 – A anunciada E...

Como vencer (leia-se vend...

Onde está o dinheiro?

Como mentir em 6 lições

Ser super-heroi é uma sec...

a pedido

A informação estupidament...

Tradução: Vocês sabem o q...

Arquivo

Consumering

subscrever feeds

blogs SAPO

subscrever feeds