Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Os últimos dias

O jornalismo, o desporto e a cultura. Alimentaram-se durante décadas da prodigalidade dos orçamentos das marcas. Esse dinheiro está agora a acabar e não bastará aos condenados à insolvência cortar os custos ou inventar novas barreiras à entrada. Estas indústrias, para sobreviverem, precisam de encontrar um novo modo de vida.

 

Os jornais queixam-se de incapacidade para investigar e assegurar a competência de quem escreve. A formula 1 está de pantanas. Os clubes de futebol já gastaram as receitas de 2020. A pirataria acabou com as vendas de músicas gravadas. À beira da morte, estas indústrias viram-se para dentro, sonhando com um caminho que as leve de voltar ao passado.

 

Mas desenganem-se, não haverá corte de custos, nem submissão ao patrocinador, que os mantenha à tona. O antigo modo de vida do jornalismo, do desporto e da cultura está condenado. Se querem aqui estar nos próximos 20 anos, comecem já à procura de um novo modelo de rentabilização que não dependa da exibição indiferenciada de publicidade. 

publicado por Consumering às 12:36
link do post | comentar | favorito

Sobre a Consumering

Reclamações e Sugestões
h.a@consumering.pt

Consumering
Para transformar os seus produtos em marcas preferidas pelo consumidor, conheça a Consumering.

Twitter

Bibliografia


...a (R)EVOLUÇÃO está prestes a começar.

...vai saber como fazer da sua marca a favorita dos consumidores.


...País pacato e acolhedor. Excelente oportunidade para a gestão eficaz da marca Portugal.

Actualizações

Introduza o seu e-mail:

Um serviço FeedBurner

Facebook

Consumering

Posts recentes

It's all about the money

O que ninguém avisou.

24-3-2024 – A anunciada E...

Como vencer (leia-se vend...

Onde está o dinheiro?

Como mentir em 6 lições

Ser super-heroi é uma sec...

a pedido

A informação estupidament...

Tradução: Vocês sabem o q...

Arquivo

Consumering

subscrever feeds

blogs SAPO

subscrever feeds