Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Descanse em paz ó Grande Director Criativo

O grande director criativo, que anda porsche, calça ténis sujos e não tem de explicar o porquê das suas convicções, é um fruto antigo de uma escassez que acabou de acabar.

 

Antigamente, eram poucas as marcas que anunciavam, só havia a televisão, aberta a apenas umas dezenas de produtos. Lá, cada anúncio custava meses de trabalho e os resultados eram medidos mal e porcamente, com muito desperdício na aprendizagem.

 

Naquele ambiente, ter um currículo com 100 campanhas feitas e boa parte delas avaliadas, era um feito só ao alcance de uma mão cheia de indivíduos gurus. Pois se eram poucas dezenas de marcas que só anunciam umas duas vezes a cada ano. Do outro lado, havia uma dúzia de agencias para distribuir esse trabalho e quase ninguém capaz de o avaliar. Seriam então precisos muitos anos para criar um porfólio, várias décadas para aprender alguma coisa.

 

Essas sumidades sabedoras eram tão raras, que se criou a ilusão de que eram eles mais do que simples mortais e se ganhou temor a questiona-los e com a adoração, até se permitiu que aparecesse por aí uma cambada de pastiches imitadores, presunçosos que se limitavam a copiar os maneirismos mais irritantes. Nascia assim O Grande Director Criativo.

 

Criatura agora, até que enfim, morta, ou quase. Comatosa, vá. E senil. Pois que na internet, qualquer puto imberbe pode incluir na sua rodagem, centenas de campanhas feitas, todas elas medidas ao centavo, contabilizadas as variáveis mais relevantes, incluindo única que verdadeiramente interessa, que é as vendas.

 

Possuidores de tamanha experiência, sabedores por factos comprovados do que é que vende quando anunciado. Esses putos sabem muito mais que os Grandes Directores Criativos alguma vez souberam. E vão ficar-lhe com o emprego, o dinheiro e o prestígio. Não lhes vai dar é para o Porsche, porque o fee agora vai a dividir por muitos.

publicado por Consumering às 23:37
link do post | favorito
De AM a 15 de Outubro de 2010 às 01:21
É assim mesmo grande Mário! Atira-te ao homem que ele ladra mas não morde ;)
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Sobre a Consumering

Reclamações e Sugestões
h.a@consumering.pt

Consumering
Para transformar os seus produtos em marcas preferidas pelo consumidor, conheça a Consumering.

Consumering


ver perfil

seguir perfil

. 7 seguidores

Posts recentes

It's all about the money

O que ninguém avisou.

24-3-2024 – A anunciada E...

Como vencer (leia-se vend...

Onde está o dinheiro?

Como mentir em 6 lições

Ser super-heroi é uma sec...

a pedido

A informação estupidament...

Tradução: Vocês sabem o q...

Arquivo

Consumering


ver perfil

seguir perfil

. 7 seguidores

subscrever feeds

blogs SAPO

subscrever feeds